Uma nova percepção do mundo em que vivemos

causa-efecto

Uma nova percepção do mundo em que vivemos
Recebemos muita informação e nem sempre a transformamos em conhecimento. Às vezes temos a impressão de que a vida passa em câmara rápida. O tempo voa. A “Era a loucura” parece ter-se instalado no mundo.
Dai a importância da filosofia racionalista cristã em nossos dias. Aos racionalistas cristãos dá a impressão que vivemos em um oásis situado dentro do turbilhão do mundo. Gostaríamos que todos os nossos entes queridos, nossos familiares e parentes, participassem deste oásis. Entretanto, sabemos que a natureza não dá saltos.
A nós só resta o tempo que podemos usufruir da vida presente, atuando de forma positiva. As Forças Superiores estão atentas aos acontecimentos no planeta e tudo o que está ocorrendo faz parte do “Grande Projeto” já traçado em Plano Astral. Os seres humanos não podem ficar omissos diante de tantos acontecimentos.
Ano de eleições e surgem novas ameaças já testadas no Reino Unido (Brexit, saída da Grã Bretanha da Zona do Euro) e nos Estados Unidos da América (eleição de Donald Trump) como bem observou o jornalista Clecy Ribeiro. A era do Pós-Verdade se insatura: não só um neoglogismo inaceitável; o seu significado é que deve ser repudiado por todos os seres conscientes. Através da grande imprensa e, principalmente, das redes sociais, pessoas de vários países estão agindo de forma sorrateira, disseminando informações, boatos, falsas notícias, solapando as carreiras de possíveis candidatos emergentes que poderiam representar importante renovação no nosso quadro político. A quem interessa esse panorama que se representa? É importante que os seres pensantes, uma minoria, sabemos, possam fazer a diferença na escolha coletiva. De que forma? Não podemos fazer uma análise superficial, apressada, das notícias. Devemos procurar saber as fontes das informações, fazer uma análise detalhada (a importância do momento exige isto de nós!).
A transformação se dá através dos seres humanos que habitam o planeta. Às vezes temos uma percepção de uma violência crescente no mundo todo. Mas não é injustiça: é a ação da Lei da Causa e Efeito. Os seres humanos estão despertando pelo sofrimento, uma vez que não despertaram pelo estudo da verdadeira espiritualidade, pelo raciocínio bem utilizado antes de ações precipitadas, no passado. Estudo, raciocínio e sofrimento são vetores de um triângulo evolucionário. Quanto mais nos dedicamos a estudo e utilização do raciocínio, menos sofrimento teremos num futuro próximo. Portanto, a humanidade está colhendo os frutos do uso intemperado da violência, em seu passado recente.
Jesus dizia: Na casa de meu pai, há muitas moradas! Ele se referia aos muitos Planos Evolucionários que fazem parte do Universo. Naquelas instâncias, espíritos muito evoluídos estão atuando, intuindo os seres que estão encarnados, clareando seus raciocínios, tudo em nome da Grande Evolução. Vemos despontar nos recantos mais imprevistos, no interior do país, inteligências fulgurantes no campo da matemática, novos inventos tecnológicos, um grande avanço do campo da informação. Onde a violência está descontrolada, intervenção federal. Político e empresários corruptos, finalmente estão sendo encaminhados à prisão. Surgem criptomoedas para substituir as cédulas passíveis de roubo e assaltos. Possibilidade de uma nova etapa na segurança financeira!
Devemos adotar uma postura mais otimista! Vamos pensar positivamente: enfim, uma nova era está à nossa frente. Saibamos agir como cidadãos conscientes, ensinando, orientando. Cabe uma grande responsabilidade àqueles que doutrinam à cabeceira da mesa do estrado. Todos estão atentos aos novos tempos! A certeza de um futuro melhor é o que nos move!
Oswaldo Trentini
Militante da Filial Jundiaí (SP)