Obituário abril 2018

Maria do Carmo Rodrigues Borges Machado
Maria do Carmo Rodrigues Borges Machado, mãe, esposa e militante do Racionalismo Cristão, faleceu em 15 de fevereiro e é com enorme emoção que venho comunicar a passagem a toda a família do RC.
Teve uma vida totalmente preenchida, com esforço, humildade, dedicação ao próximo, sempre de forma simples e abnegada.
Nasceu a 28 de julho de 1936, numa família humilde, onde o trabalho era primordial, relativamente à formação. Assim, iniciou as suas lides no trabalho ainda muito jovem para ajudar o sustento da família.
Tomou conhecimento do Racionalismo Cristão quando conheceu e depois casou com Horácio Teixeira Machado, atual presidente do Correspondente Ilha de São Miguel. Levou consigo os seus pais para a então Filial do RC, presidida à data por João Pacheco Machado. Uma época muito conturbada e difícil, em termos políticos e socias, em que mais do que a vontade era necessária a coragem.
Já com dois filhos, embarcou para Angola, onde passou uma década, dedicando-se à educação dos filhos e à ajuda ao marido.
Com os momentos conturbados vividos nessa época de 1974, regressa à sua terra natal, na qual permaneceu até falecer.
Aproveitou para melhorar a sua formação acadêmica, à qual não teve acesso enquanto jovem. Sempre esteve ao lado de todos, em todos os momentos com um espírito de sacrifício e de total desprendimento material e pessoal. Sacrificou-se sempre para o bem de todos.
Nessa fase da sua vida tinha como responsabilidade a transcrição das doutrinações da Filial São Miguel, de forma a que chegassem a todos.
Com diagnóstico de fibrose pulmonar, já há vários anos, dificultando os seus dias de estágio neste planeta, sempre se prontificou com o seu esforço e abnegação para cumprimento de todas as suas obrigações familiares e de militante do RC.
Foi com total dedicação e esforço, que se empenhou no 2º Encontro de Jovens no Correspondente Ilha de São Miguel. Teve ainda o ensejo de assistir às reuniões presididas pelo presidente Gilberto Silva, durante esse mesmo encontro, as quais ficarão marcadas em todos nós e no RC da Ilha de São Miguel.
Era membro do Conselho Local e secretária do Diretório Local deste Correspondente.
A doença também evolui, mas sua perseverança de militante sempre se impôs à sua doença, enquanto as forças lhe permitiram, mantendo sempre a sua assiduidade às reuniões.
É com enorme emoção, que relembro a última reunião familiar em que teve o cuidado de ter à sua volta todos os seus filhos e netos, numa época para festejar a família. Nesses últimos dias de vida neste planeta, apresentava sempre uma atitude positiva e de boa disposição, independentemente do esforço e dificuldade para qualquer tipo de ação que tivesse de praticar.
Já inconsciente fisicamente nos últimos momentos da sua vida, aguardou para que todos os seus filhos e marido estivessem presentes, para poder então falecer.
Foi com emoção, que assistimos e sentimos esta perda e é agora com enorme saudade que a relembramos.
Felizes agora por sabermos que se encontra no seu mundo de luz, após ter cumprido o que se comprometeu neste planeta de evolução.
Obrigado por tudo, mãe.
Colaboração de Paulo Machado